Artigos

Parceria entre SP e Instituto Ayrton Senna levará educação integral ao ensino fundamental

Com o objetivo de construir um currículo escolar à luz da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Educação, contará com expertise do Instituto Ayrton Senna, que há mais de 20 anos vem pesquisando e produzindo conhecimento sobre educação integral.

O acordo prevê ainda a construção de um modelo inovador para os anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano), que será construído este ano e começará a ser implementado em algumas escolas da rede em 2019. Os esforços dessa parceria terão como foco construir práticas que permitam aos alunos desenvolverem competências socioemocionais, como autoconhecimento, colaboração e criatividade, previstas nas Competências Gerais da BNCC.

A relação de parceria entre o Estado de São Paulo e o Instituto Ayrton Senna para o desenvolvimento da educação integral vem de longa data. Nos últimos 14 anos, o Instituto realizou com a rede estadual programas que buscavam incentivar o desenvolvimento de competências que contribuem para a autonomia e o protagonismo juvenil, para apoiar os estudantes tanto no desempenho escolar quanto na conexão entre os aprendizados e seus projetos de vida.

A cerimônia também marcou o lançamento do livro “Superação Jovem – Aprendizados e Conquistas em uma Experiência de Educação Integral”, produzido pelo Instituto com o apoio da Secretaria da Educação. A publicação reúne a experiência desses últimos 14 anos de parceria e sistematiza toda a metodologia, princípios educativos e práticas que podem inspirar iniciativas de educação integral.

A partir deste ano, a secretaria dará continuidade das ações desse programa de forma autônoma, com apoio de materiais e cursos cedidos pelo Instituto, que poderão ser oferecidos a educadores e estudantes da rede. O livro está disponível no site do Instituto Ayrton Senna.

“Aperte para Educar”. Nesta quinta-feira, foi também lançada uma parceria inédita e inovadora entre o Instituto Ayrton Senna e o Instituto CCR, com apoio institucional da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). A ação “Aperte para Educar” permitirá aos usuários de rodovias da ViaOeste, que pertence ao Grupo CCR, contribuírem diretamente para transformar a educação do Brasil, por meio da doação de troco nas cabines manuais de pedágio.

As doações podem ser feitas de forma simples e rápida. Nas cabines de pedágio de rodovias como Castello Branco e Raposo Tavares, os motoristas terão a opção de contribuir com até R$ 0,40. Basta apertar o botão, conforme estará indicado, e doar o troco.

Esse é o primeiro passo de uma parceria que será ampliada para outras concessões do Grupo CCR no Estado de São Paulo e em todo o País. É uma iniciativa que envolve todos os setores da sociedade em prol de uma causa estratégica ao presente e futuro do Brasil: a educação.